Segurança do Paciente é prioridade no CHSF

- Categoria: Notícias

 

Colocar o paciente em primeiro plano significa, acima de tudo, zelar por sua segurança. Considerada atualmente um campo de atuação de vanguarda para profissionais e gestores da área da saúde, a segurança do paciente sempre esteve nas bases da medicina e no centro da filosofia de atuação do Complexo Hospitalar São Francisco. Para tanto, a instituição aposta na criação de um ambiente seguro, acolhedor e humanizado, em processos robustos e rastreáveis, e na manutenção de um Corpo Clínico e de uma equipe de profissionais motivados, autônomos, responsáveis e amparados por ferramentas de ponta.

De acordo com o Programa Nacional de Segurança do Paciente (PNSP), instituído pela Portaria GM/MS nº 529/2013, o PNSP contribui para a qualificação da assistência em todos os estabelecimentos de saúde do país. A segurança do paciente é um dos atributos da qualidade do cuidado, e tem adquirido, em todo o mundo, grande importância para os pacientes, famílias, gestores e profissionais de saúde com a finalidade de oferecer uma assistência segura. Nesse contexto, uma iniciativa do Complexo Hospitalar São Francisco que merece destaque é a consolidação do processo de Gestão de Riscos, liderada pelo setor da Qualidade, com a conclusão do desenho do Gerenciamento de Riscos das duas unidades: Concórdia e Santa Lúcia, ferramenta fundamental para identificação e o controle dos fatores que podem colocar em risco a segurança do paciente. Segundo a Coordenadora de Qualidade, Érika Rocha, o setor de Qualidade acompanha todos os principais indicadores do Complexo, apontando rapidamente para os setores os casos de desvios. A equipe também atua lado a lado com as comissões contribuindo para a efetividade das ações. “A segurança do paciente visa otimizar a assistência à saúde através de cuidados relacionados aos procedimentos realizados por todos dentro do Hospital para eliminar os riscos de danos ao paciente. No CHSF, dentre os principais indicadores acompanhados, podemos destacar os da Comissão de Segurança do Paciente referentes aos protocolos implantados na instituição. Os protocolos de Prevenção de  Lesão Por Pressão, Comunicação Efetiva, Higienização das mãos, Cirurgia Segura, Identificação do Paciente, Prevenção de Queda e Administração Segura de Medicamentos  são alguns dos dados que são acompanhados de perto”, explica.

Atendimento humanizado

Mais do que oferecer respeito e empatia, o atendimento humanizado é aquele que tem em sua base o conceito da parceria hospital-paciente. Para isso, informação e confiança são palavras-chaves. Peça central na filosofia de trabalho do Complexo Hospitalar São Francisco, o objetivo principal do atendimento humanizado é manter o paciente sempre informado e apto a tomar suas decisões com consciência e confiança. Além disso, a premissa da humanização, aliada aos protocolos padrões e processos definidos pela Governança Clínica, traz benefícios à segurança do paciente. Para cumprir com essa missão, o CHSF investe na conscientização de sua equipe através de treinamentos, palestras e workshops relacionados ao atendimento humanizado. Segundo Dr. Helder Yankous, “o atendimento humanizado está na essência da filosofia de trabalho do CHSF. Aliado aos valores cortesia, entusiasmo e planejamento, ele é a base dos relacionamentos com os colaboradores e da assistência prestada aos pacientes”, finaliza.

 

 

No comments yet.