Atuação Sustentável

HUMANIZAÇÃO

O Complexo Hospitalar São Francisco participa ativamente na busca de alternativas que visem ao bem-estar e ao desenvolvimento social dos usuários do Sistema Único de Saúde e dos colaboradores.

A humanização é um processo contínuo no Complexo Hospitalar São Francisco e prio­ridade no atendimento prestado pela Ins­tituição. Esse tipo de tratamento é essen­cial, especialmente para pacientes do SUS, pois proporciona um ambiente de acolhi­mento e entendimento, onde os usuários são ouvidos e respeitados em um momen­to em que estão fragilizados e dependem integralmente do sistema público de saúde para seu tratamento. O CHSF recebe os pacientes e proporciona a eles atendimen­to de qualidade, com proximidade e foco em sua segurança e pronta recuperação.

Além de toda a equipe do Complexo Hospitalar São Francisco ser capacitada para o tratamento humaniza­do, a Instituição ainda conta com o trabalho contínuo de uma comissão dedicada ao tema. A Comissão de Humanização organiza atividades permanentes com os usuários do SUS e colaboradores do CHSF, buscando construir um ambiente de aproximação. Um planeja­mento anual de atividades e eventos institucionais tam­bém colabora para suavizar o período de permanência do paciente e de seus familiares durante o tratamento e envolver colaboradores com os valores da Instituição.

 

ATUAÇÃO SUSTENTÁVEL

O Complexo Hospitalar São Francisco está sempre em busca de soluções sustentáveis e, por isso, exerce um importante papel socioambiental na comunidade.

Para fomentar o comércio e a economia local, são mantidas parcerias com fornecedores de suprimentos que atuam nas proximidades das unidades Concórdia e Santa Lúcia. O CHSF também busca empregar moradores das regiões vizinhas e estabelecer convênios com instituições de ensino superior e de oferta de vagas de estágio para acadêmicos em diversas áreas.

É desenvolvido, ainda, um importante Plano de Gerenciamento de Resíduos de Serviços de Saúde (PGRSS), responsável pela seleção e descarte correto de materiais recicláveis – papel e papelão, galões plásticos e lâmpadas fluorescentes –, materiais orgânicos, materiais contaminados e pela incineração de produtos químicos de acordo com a regulamentação do PGRSS.